LAGOA DO CORAÇÃO

Temporárias. Caprichosas. Sazonais. Crescem com as chuvas regulares.
São corpos de água transitórios. Berço de pássaros. Interdunares. Passageiras.
Espelhos de água efêmeros, nascidas para não ficar.
Belezas de sabedoria Zen. Sem pretensões de futuro.
Destinadas só a olhos oportunos.
No vão esforço por retê-las, o homem lhe dá nomes.

ALEJANDRA TRAVERSO



 

 

FOTOGALERIA


CLEISON SILVA